Laticínios Holandês

Entenda a importância dos diversos nutrientes para uma alimentação saudável 

como montar uma cesta café da manhã

As pessoas precisam ter uma dieta equilibrada para ter uma vida saudável e contar com a energia e os nutrientes necessários para reduzir o risco de doenças cardíacas, câncer e obesidade. Porém, muitas vezes elas se descuidam com a alimentação, seja por falta de disciplina ou de conhecimento sobre as propriedades dos alimentos.

Manter uma alimentação equilibrada é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo. No entanto, para que possamos escolher uma dieta saudável, devemos conhecer bem as propriedades dos alimentos e quais são as suas consequências para o nosso organismo.

Neste artigo, vamos explicar quais são os principais nutrientes dos alimentos e quais são os seus benefícios para a saúde do nosso organismo.

Carboidratos: O nutriente que deve ser consumido em maior quantidade é o carboidrato. Ele tem a importante função de gerar energia para o organismo, e por isso é considerado uma das bases da boa alimentação. Porém, quando consumidos em excesso, podem aumentar a gordura corporal, além de promover hiperglicemia e maior risco de doenças crônicas não transmissíveis.

Os carboidratos se dividem entre simples e complexos. A principal diferença entre eles é o tempo de absorção pelo organismo: os simples geram energia mais rapidamente, enquanto os complexos liberam a energia aos poucos. Arroz branco, mel, batata e açúcar são exemplos de carboidratos simples, enquanto arroz integral, batata doce e pães integrais são exemplos de carboidratos complexos.

Os carboidratos simples constituem-se principalmente pelo alto ou moderado índice glicêmico. Portanto, são considerados os alimentos mais doces, como açúcar refinado, mel, refrigerante, chocolate e geleia de frutas. Mas  os carboidratos simples também englobam alimentos tidos como saudáveis, já que a frutose, açúcar presente nas frutas, também entra nesse grupo. Os sucos da fruta, por exemplo, são uma boa forma de consumi-los.

Por sua vez, os carboidratos complexos caracterizam-se pelo baixo índice glicêmico e estão presentes em alimentos ricos em nutrientes, como vitaminas, minerais e fibras. Eles impedem que a glicemia suba de uma só vez, efeito que dá ao corpo a possibilidade de usar esse alimento como fonte de energia por um longo período de tempo, sem ter que converter qualquer excesso em gordura. Além disso, a digestão mais lenta obriga o corpo a buscar energia nos lipídios, que são gorduras, favorecendo a perda de peso.

Gorduras: Muitas vezes  vista como uma vilã alimentar, a gordura tem papel importante na composição de uma dieta equilibrada. Além de ajudar na absorção de vitaminas, ela é uma das principais fontes de energia para o corpo, junto com os carboidratos e as proteínas.

Porém, os alimentos gordurosos geram, em média, mais do que o dobro de energia produzida pela maioria dos carboidratos. Portanto, é importante saber dosas bem as porções e escolher o tipo de gordura que vai consumir.

As chamadas “gorduras boas”, os lipídios, são as principais fontes de energia do corpo e ajudam na absorção das vitaminas A, D, E e K. Os lipídios podem ser classificados em óleos (substâncias insaturadas) e gorduras (substâncias saturadas), que são encontrados nos alimentos tanto de origem vegetal quanto animal, como nas frutas (abacate e coco), na soja, na carne, no leite e seus derivados e também na gema de ovo.

Podemos classificar a gordura em três tipos:

Gorduras Totais: Como o próprio nome já indica, a gordura total é o resultado da soma de todos os tipos de gordura presentes em um determinado alimento – sejam eles de origem vegetal ou animal.

Gorduras Saturadas: Tipo de gordura presente em alimentos de origem animal. Por exemplo: carnes, toucinho, pele de frango, queijos, leite integral, manteiga, requeijão e iogurte.  

Essa gordura é importante para o nosso organismo, pois ajuda a absorver vitaminas como a A, B e K. Além disso, por ser de origem animal, ela é reconhecida por nosso corpo e digerida com maior facilidade.

Gorduras Trans (ou Ácidos Graxos Trans): Tipo de gordura encontrada em grande quantidade em alimentos industrializados, como biscoitos, sorvetes, salgadinhos prontos, produtos de panificação, alimentos fritos e lanches salgados. O consumo desse tipo de gordura deve ser muito reduzido, pois o nosso organismo não necessita dele. Além disso, quando consumido em grandes quantidades, pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças do coração.

Proteínas: O terceiro grupo de nutrientes é o das proteínas. Esses componentes dos alimentos são necessários para a construção e manutenção de nossos órgãos, tecidos e células. As proteínas são encontradas nas carnes, ovos, leites e derivados e também nas leguminosas (feijões, soja e ervilha).

As proteínas também desempenham uma função construtora e reparadora, participando do crescimento do organismo e do desenvolvimento de células e tecidos. Além disso, também fornecem uma quantidade razoável de energia. O queijo quark, por exemplo, é uma excelente fonte de proteína natural de alto valor biológico e baixo teor de gordura e valor energético.

Podemos dividir as fontes alimentares de proteínas entre aquelas de origem animal e outras de origem vegetal. Carnes, laticínios e ovos fazem parte do primeiro grupo. Por sua vez, as leguminosas, como feijão, ervilha, soja e lentilha são exemplos de fontes vegetais de proteínas.

Vitaminas e sais minerais: As diferentes vitaminas e sais minerais executam funções reguladoras no organismo. Elas atuam de forma coordenada com outros nutrientes, principalmente na formação de enzimas e hormônios.

Entre as vitaminas, existem aquelas que se dissolvem em gordura (lipossolúveis) e outras que se dissolvem em água (hidrossolúveis). A, D e E são exemplos do primeiro grupo, enquanto vitaminas do Complexo B e C são exemplos de hidrossolúveis. Entre os sais minerais, podemos destacar cálcio, ferro, sódio, selênio, zinco, entre outros.

O leite, por exemplo, fornece vitaminas A e D, proteínas, zinco e selênio. Frutas e vegetais, por sua vez, fornecem vitaminas C, A e B6, enquanto nozes e sementes fornecem vitamina E.

Fibras: Ativam o intestino e, consequentemente, ajudam a garantir o funcionamento adequado do sistema digestivo. Elas estão presentes em diversos tipos de alimentos de origem vegetal, como frutas, hortaliças, feijões e alimentos integrais.  

As fibras também são responsáveis por reduzir os níveis glicêmicos no sangue e eliminam as toxinas dos resíduos alimentares. Grãos integrais, hortaliças e frutas são grupos de alimentos ricos em fibras.

O consumo de leite e derivados cumpre importante papel para a saúde humana. Afinal, os alimentos lácteos são a nossa principal fonte de cálcio, além de serem ricos em proteínas de alto valor biológico, fósforo, potássio, vitaminas D, A, B2 e B12, entre outros nutrientes.  

As calorias provenientes do leite também oferecem muitos outros nutrientes importantes para o nosso corpo, como cálcio, proteínas, lipídeos, vitaminas e aminoácidos. Por ser tão nutritivo, beber um copo de leite traz muito mais saciedade para o nosso corpo do que outros alimentos menos nutritivos.

O Leite Holandês é fresco e totalmente puro, sem aditivos, corantes ou conservantes. Fresco e natural, o produto é extraído de um plantel de gado selecionado de pequenos produtores de Santa Catarina.

Gostou desse artigo? Quer saber mais sobre a importância de ter uma alimentação saudável? Veja aqui.

Deixe um comentário

Top
h
h

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptat accusantium doloremque laudantium. Sed ut

Follow Us Now