Laticínios Holandês

A origem do chocolate

Há relatos históricos que comprovam que o cacau é produzido desde os anos de 5.450 a.c. As civilizações Maias e Astecas, que habitavam as regiões de onde hoje é o México e a Guatemala, consumiam uma bebida chamada “Xocolátl”, que significa “água amarga”, em seus rituais. 

O Xocolátl, era preparado com sementes de cacau torradas e moídas, malagueta, água e milho, e acreditava-se que ela combatia o cansaço, e também era afrodisíaca. A bebida era quente e amarga, e foi sendo aprimorada para o consumo da nobreza.

Nesse período, as amêndoas do cacau eram utilizadas como moeda, chamando a atenção dos colonizadores europeus. Cristóvão Colombo relatou seu contato com essas amêndoas que pareciam ter alto valor, mas foi Fernando Cortez, que trouxe o cacau para Sevilha, na Espanha.

Nos séculos XVII e XVIII, o chocolate se popularizou na Europa, mas a bebida era preparada de forma diferente. Para adequar ao paladar europeu, começaram a adoçar e misturar especiarias. 

Apesar das tentativas, as condições climáticas da europa não eram favoráveis para a plantação do cacau, por isso começaram a produzir em suas colônias que possuíam clima tropical úmido. Para facilitar o transporte, as amêndoas torradas e trituradas eram prensadas em formatos de biscoitos e tablets.

No ano de 1870, um chocolateiro suíço chamado Daniel Peter, resolveu acrescentar leite na mistura, que antes era apenas de cacau e açúcar, criando assim o Chocolate ao leite. 

No Brasil, a produção e o consumo do chocolate foi introduzido pela colonização, mas a produção em larga escala só teve início no século XIX, na Bahia. Nossas condições climáticas já colocaram o Brasil na 2ª posição, no ranking de maiores produtores do cacau, mas atualmente o Brasil ocupa a 7ª posição. Para suprir as necessidades das nossas indústrias, precisamos importar a matéria-prima.

Segundo o presidente da Abicad, Ubiracy Fonseca, os brasileiros consomem em média 2,5 kg de chocolate ao ano/pessoa, já os suíços, os austríacos e os alemães, consomem mais de 7 kg de chocolate ao ano/pessoa.

Hoje o chocolate é encontrado em pó, sólido e líquido, em barras, ovos, bombons, achocolatados, nas preparações de bolos, tortas, mousses e sorvetes. Os mais “puros” ou amargos, são considerados saudáveis para o ser humano. Já o consumo de qualquer um tipo de chocolate, pode ser considerado tóxico para animais domésticos.

E quem não ama chocolate? 

No nosso Instagram, você encontra receitas incríveis com essa especiaria.

Deixe um comentário

Top
h
h

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptat accusantium doloremque laudantium. Sed ut

Follow Us Now